Nutrição e dança

A dança baseia-se em uma arte de movimentar o corpo de acordo com um ritmo. O ritmo pode ser determinado por meio de coreografias ou por meio de improvisos. Confere muitos benefícios, como: perda de calorias, tonificação dos músculos, melhora autoestima, auxilia o tratamento de depressão.


Existem diversos tipos de danças, entre elas:

Ballet apresenta 3 tipos:

- Ballet clássico: utilizam as técnicas de movimentos mais tradicionais, onde os passos apresentam maior rigidez.

- Ballet neoclássico: semelhante ao clássico, porém apresenta menos rigidez em seus passos.

- Ballet contemporânea: apresentam passos mais modernos, mas ainda assim, ainda utilizam alguns passos derivados do ballet clássico.

Vale ressaltar que o ballet é uma dança que exige padrões estéticos, deixando o bailarino suscetível a transtornos alimentares, prejudicando a saúde como um todo. Recomenda- se sempre o acompanhamento de um profissional.


Dança de salão: é um tipo de dança em salão mais focada para casais, onde utilizam técnicas artísticas e clássicas.


Dança do ventre: caracterizada por movimentos marcantes, apresentando vibrações e ondulações em seus passos.


Sapateado: é um estilo de dança que baseia os movimentos que são ritmados com os sapatos.


Zumba: atualmente é uma das danças mais procurada cujo movimentos são focados em um padrão latino. Pode favorecer a perda de gordura e ganho de massa também.


É imposto padrões estéticos em vários tipos de dança, onde o corpo deve ser magro e definido para realização da atividade física, fazendo com que tanto homens quanto mulheres sejam expostos a situações de privações que impedem a prática do exercício.


Quando na verdade, não existe padrões estéticos para se tornar um dançarino de excelência, inclusive, é uma atividade física recomendada para todas as idades e corpos. Claro que se há crises de labirintite envolvida ou alguma lesão articular e/ou muscular, ela não é recomendada devido ao esforço que é realizado ao dançar.


De modo geral, dançar é considerado um excelente exercício aeróbico, ou seja, ocorre maior mobilização de gordura do tecido adiposo (tecido responsável pelo armazenamento de gordura), devido a utilização de gordura como principal fonte de energia, favorecendo maior perda dela. Porém para fornecer resultados desejados, a alimentação deve estar equilibrada em calorias e nutrientes. Caso a alimentação não esteja em harmonia, o contrário pode acontecer, onde a perda de massa magra pode ser mais prevalente do que a perda de gordura, impactando negativamente a composição corporal.


A rotina alimentar deve basear-se em:

- Carboidratos: são de extrema importância para fornecimento de energia pré-treino e recuperação pós treino. Fontes: massas integrais, pães integrais, grãos, raízes, cereais, frutas, legumes e verduras.


- Proteínas: é recomendado uma dieta rica em proteínas para preservação de massa muscular. Fontes: carnes (bovina, frango, peixes), ovos, leites e derivados, grãos. Caso não seja possível alcançar a quantidade ideal de proteína através da alimentação, é indicado a inclusão de whey protein.


- Gorduras boas: são fundamentais para o organismo, inclusive, o ômega 3 possui características anti-inflamatórias auxiliando a recuperação de lesões provocadas pelo exercício físico. Fontes: salmão, tilápia, atum, óleo de linhaça, chia, oleaginosas

Fibras: são necessárias para garantir saciedade e manter um bom funcionamento do organismo. Fontes: frutas (mamão, laranja, ameixa, manga, mexerica, banana), aveia, semente de linhaça, semente de chia, pão integral, legumes (brócolis, couve, espinafre, pepino) e verduras.


- Antioxidantes: o exercício físico gera um estresse ao corpo, onde radicais livres podem ser liberados em grandes concentrações ocasionando danos nas células dos tecidos, para evitar este tipo de ação é recomendando incluir alimentos com propriedades antioxidantes. Fontes: laranja, morango, goiaba, acerola, kiwi, cenoura, brócolis, couve, oleaginosas.


- Água: adicionar na rotina é fundamental, pois a dança promove uma perda significativa de água corporal, então repor é de extrema necessidade para que o organismo funcione de modo adequado.


Nutricionista Esportiva Isabelle Zanoni nutrição wellness
Nutricionista Esportiva graduada pelo Centro Universitário São Camilo com extensão em Home Care e Neurobiologia da Ingestão de Alimentos, especialista na área de Obesidade e Emagrecimento pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).
Certificada em Advanced Nutrition Specialist pela IFBB Academy.
Palestrante em diversos eventos e docente do curso técnico do Hospital Israelita Albert Einstein.
Dra. Isabelle Zanoni
Arquivo
Tag Cloud
Dra. Isabelle Zanoni :: Nutricionista Esportiva : Perdizes/SP