Tireoidite de Hashimoto e fontes de iodo

            A tireoide é uma glândula que tem como função produzir hormônios para ajudar na regulação das células do nosso corpo. Essa glândula fica localizada no pescoço, abaixo do famoso “pomo de adão” ou “gogó”, sendo uma parte importante do nosso sistema endócrino.

             A Tireoidite de Hashimoto, também conhecida como tireoidite linfocítica crônica, foi descrita pela primeira vez pelo médico japonês Hakaru Hashimoto no ano de 1912. Ele observou que a maioria dos pacientes que tinham essa doença apresentavam uma inflamação na glândula tireoide, daí surgiu o nome Tireoidite de Hashimoto. Por causa dessa inflamação, muitas pessoas acabam tendo um funcionamento mais lento da tireoide, desenvolvendo o quadro de hipotireoidismo.  

            Esse tipo de doença acontece principalmente nas mulheres de meia-idade, mas também podem ocorrer em qualquer fase da vida nos homens e nas mulheres. Como a doença evolui lentamente, muitas pessoas não apresentam nenhum sintoma no início, mas é importante ficar atento e observar possíveis inchaços na região da garganta, o que é um sinal típico de bócio. Também é importante observar outros possíveis sinais e sintomas do funcionamento mais lento da tireoide, como o cansaço diário, maior sensibilidade ao frio, unhas quebradiças, pele seca, queda de cabelo, fraqueza muscular e ganho rápido de peso.

 

             Ainda não se sabe exatamente a causa, mas sabe-se que a Tireoidite de Hashimoto é um distúrbio autoimune no qual o próprio corpo fabrica anticorpos que atacam as células da tireoide. Porque o nosso corpo faz isso ainda é um mistério, mas acredita-se que algum tipo de vírus, bactéria ou falha genética podem estimular a resposta autoimune. Por outro lado, tanto a deficiência como o excesso de iodo são causas bem reconhecidas de hipotiroidismo primário, por isso é importante verificar a deficiência ou excesso da ingestão de iodo nas pessoas que tem sintomas de hipotireoidismo. Os alimentos fonte de iodo geralmente são alimentos que vem do mar, como algas, peixes, camarão, e outros como ovos, peito de peru e ameixas.

           Para confirmar esse tipo de doença, os médicos pedem exames de sangue para verificar alguns hormônios relacionados com o funcionamento da tireoide. Caso o diagnostico seja positivo, o tratamento pode incluir o uso de medicamentos que fazem a reposição dos hormônios deficientes e com isso a pessoa reverte ou melhora todos os sintomas da doença.

 

REFERENCIAS

ZALETEL, Katja; GABERSCEK, Simona. Hashimotos Thyroiditis: From Genes to the Disease. Current Genomics, [s.l.], v. 12, n. 8, p.576-588, 1 dez. 2011. Bentham Science Publishers Ltd.. http://dx.doi.org/10.2174/138920211798120763.

BRENTA, Gabriela et al. Clinical practice guidelines for the management of hypothyroidism. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia, [s.l.], v. 57, n. 4, p.265-291, jun. 2013. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/s0004-27302013000400003.

SUN, Xin; SHAN, Zhongyan; TENG, Weiping. Effects of Increased Iodine Intake on Thyroid Disorders. Endocrinology And Metabolism, [s.l.], v. 29, n. 3, p.240-250, 2014. Korean Endocrine Society (KAMJE). http://dx.doi.org/10.3803/enm.2014.29.3.240.

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Nutricionista Esportiva graduada pelo Centro Universitário São Camilo com extensão em Home Care e Neurobiologia da Ingestão de Alimentos, especialista na área de Obesidade e Emagrecimento pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).
Certificada em Advanced Nutrition Specialist pela IFBB Academy.
Palestrante em diversos eventos e docente do curso técnico do Hospital Israelita Albert Einstein.
Dra. Isabelle Zanoni
Arquivo
Please reload

Tag Cloud
Please reload

Dra. Isabelle Zanoni :: Nutricionista Esportiva : Perdizes/SP

Eu posso lhe atender nos seguintes locais:

Consultório

Rua Fabia, 759 - Vila Romana

AP Academia

Rua Ribeirão Vermelho, 459 - Pirituba

Agende sua Consulta!

Telefone: (11) 99301-0889

contato@conceitovitamine.com

Para Consultorias em Saúde, Palestras, Eventos e Cursos, entre em contato por e-mail

Siga nas Redes Sociais a Isabelle Zanoni

Facebook Isabelle Zanoni
Instagram Dra. Isabelle Zanoni

Todos os direitos reservados.