Atendimento Dra. Isabelle Zanoni

Siga a Dra. Isabelle Zanoni

Instagram Dra. Isabelle Zanoni
Facebook Isabelle Zanoni

Todos os direitos reservados.

Ficou mais fácil ficar saudável!

Pague suas consultas com

Ansiedade: descubra os alimentos que vão te ajudar

10/12/2018

             A ansiedade provoca um descontrole nas emoções e ainda acaba refletindo na saúde. Dependendo do grau da ansiedade, os indivíduos acabam desencadeando os ataques de gula. Existem tratamentos e terapias para controlar a ansiedade, mas sabia que a alimentação também pode ajudar a domar este mal-estar interno?

Alguns alimentos contêm aminoácidos e vitaminas essenciais, que atuam diretamente diminuindo o estresse, combatendo a ansiedade e aumentando os níveis de serotonina, responsável pelo bem-estar e pelo relaxamento.

 

 

 

Alguns dos alimentos que devem ser EVITADOS:

  • CAFEÍNA:  produz sintomas no corpo idênticos ao de uma crise de ansiedade comum, como insônia, dor de cabeça, irritação, náuseas e tremores. Por isso é importante evitar.

  • BEBIDAS ALCÓLICAS: Também causam euforias rápidas, para, logo em seguida gerarem a sensação de ansiedade. Então sempre deve ser evitada ou moderada.

  • ALIMENTOS INDRUSTRIALIZADOS: Essas substâncias causam inflamações pelo organismo, que acabam resultando em um aumento do cortisol, hormônio intimamente ligado ao estresse e à ansiedade.

 

ALIMENTOS QUE AUXILIAM A ANSIEDADE:

  • BANANA: A fruta auxilia no combate da depressão e alivia os sintomas da ansiedade, devido ao alto teor de triptofano, que colabora com a produção de serotonina.

  • FRUTAS CÍTRICAS: A vitamina C, presente nas frutas cítricas, reduz a secreção de cortisol, hormônio liberado pela glândula adrenal em resposta ao estresse e a ansiedade. Elas promovem o bom funcionamento do sistema nervoso e aumentam a sensação de bem-estar.
     

  • OVOS, LEITE E DERIVADOS (MAGROS): Eles são excelentes fontes de triptofano, um tipo de aminoácido que alivia os sintomas de ansiedade. Uma vez no cérebro, o triptofano aumenta a produção de serotonina, o hormônio da felicidade. É indicado o consumo diário de duas a três porções deste tipo de alimento. 

 

  • CARBOIDRATOS: Proveniente dos cereais e integrais, os carboidratos elevam o nível de açúcar no sangue, ao fornecerem energia, disposição e bem-estar. Pães, arroz, aveia, feijão, massas, batata e uvas fazem parte deste grupo alimentar.
     

  • CARNES E PEIXES: São as melhores fontes naturais de triptofano, aminoácido que em conjunto com a vitamina B3 e o magnésio produzem serotonina, importante também no processo do sono. Além disso, as carnes e peixes contêm outro aminoácido chamado taurina, substância que aumenta a disponibilidade de um neurotransmissor chamado Gaba, que o organismo usa para controlar fisiologicamente a ansiedade.
     

 

  • CHOCOLATE: É rico em flavonoides, um tipo de antioxidante que favorece a produção de serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar e que melhora o humor, reduzindo a sensação de ansiedade. São recomendados cerca de 30 gramas de chocolate por dia, de preferência amargo, bem menos calórico e mais rico em flavonoides. Além disso, possui uma boa quantidade de triptofano.

 

 

 

REFERENCIAS

 

ROSA, Letícia Madeira et al. A influência de uma alimentação deficiente em triptofano em conjunto com polimorfismos do gene da enzima triptofano hidroxilase 2 (TPH 2) no desenvolvimento da depressão. Disponível em: <http://seer.unipampa.edu.br/index.php/siepe/article/view/6803>. Acesso em: 19 mar. 2018.

PIMENTEL, Dr. Juliano. Ansiedade e Alimentação: Como a Alimentação Pode Ajudar. Disponível em: <https://drjulianopimentel.com.br/alimentacao/ansiedade-e-alimentacao-pode-ajudar/>. Acesso em: 19 mar. 2018.

Please reload

Tag Cloud
Please reload

Arquivo