Atendimento Dra. Isabelle Zanoni

Siga a Dra. Isabelle Zanoni

Instagram Dra. Isabelle Zanoni
Facebook Isabelle Zanoni

Todos os direitos reservados.

Ficou mais fácil ficar saudável!

Pague suas consultas com

Massagem Esportiva: Estratégia para diminuição da dor muscular após exercício físico intenso

30/10/2018

             Quem nunca sentiu aquela dor muscular depois de realizar algum exercício físico?

        Saiba que um dos quadros mais comuns entre praticantes de atividade física é sentir desconforto no dia seguinte à uma atividade física intensa, sentindo-se dolorido, com o músculo inchado e perdendo amplitude de movimento. Ao exigirmos muito de nosso corpo, causamos dano muscular, onde a resposta do músculo é reparar o dano sofrido como mecanismo de adaptação ao estímulo do exercício. Ou seja, os músculos são lesionados para depois ficarmos mais fortes, sendo esse um processo natural.

 

          Esse desconforto surge principalmente após um período de 24 horas, atingindo seu pico entre 48 e 72 horas após o exercício. Essas manifestações, por mais que normais, são muito incômodas e acabam limitando a realização das atividades diárias e da prática esportiva, prejudicando o desempenho físico e retardando a recuperação muscular.

    Para sua prevenção, o aquecimento e alongamento moderado antes de se exercitar, são altamente recomendados. Porém, isto não impedirá que o desconforto apareça. Outro método utilizado entre esportistas para a melhora do desconforto e dano muscular, é a massagem. Estudos mostram que uma massagem feita por 7 minutos já é o suficiente para melhorar a dor. O tempo de massagem pode se prolongar dependendo do caso. Esta massagem pode reduzir a dor em 30%, mas não é tão eficaz se feita antes do exercício, ela deve ser feita após a atividade física.

        Além disso, é importante ressaltar que a massagem auxiliará na redução da dor muscular e inchaço, porém não tem efeito protetor contra o músculo, portanto ela poderá aliviar o desconforto, mas não auxiliará na recuperação muscular.

         Outra técnica que vem crescendo muito ultimamente é a liberação miofascial, que possui outros benefícios além de aliviar a dor e pode ser feita antes do exercício. Falaremos mais sobre ela nas próximas postagens, acompanhe...

 

Por Giovana Maghidman e Guilherme Munhoz.

 

REFERÊNCIAS

ABAD, César Cavinato Cal et al. Efeito da massagem clássica na percepção subjetiva de dor, edema, amplitude articular e força máxima após dor muscular tardia induzida pelo exercício. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, [s.l.], v. 16, n. 1, p.36-40, fev. 2010. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/s1517-86922010000100007.

MORAN, Ryan N.; HAUTH, John M.; RABENA, Robert. The effect of massage on acceleration and sprint performance in track & field athletes. Complementary Therapies In Clinical Practice, [s.l.], v. 30, p.1-5, fev. 2018. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.ctcp.2017.10.010.

NUNES, Guilherme S et al. Massage therapy decreases pain and perceived fatigue after long-distance Ironman triathlon: a randomised trial. Journal Of Physiotherapy, [s.l.], v. 62, n. 2, p.83-87, abr. 2016. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.jphys.2016.02.009.

POPPENDIECK, Wigand et al. Massage and Performance Recovery: A Meta-Analytical Review. Sports Medicine, [s.l.], v. 46, n. 2, p.183-204, 7 jan. 2016. Springer Nature. http://dx.doi.org/10.1007/s40279-015-0420-x.

ZAINUDDIN, Zainal et al. Effects of Massage on Delayed-Onset Muscle Soreness, Swelling, and Recovery of Muscle Function. Journal Of Athletic Training. Western Australia, p. 174-180. set. 2005.

Please reload

Tag Cloud
Please reload

Arquivo