Alimentação pra HIIT, biogênese mitocondrial e utilização de gorduras

O treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT – High Intensity Interval Training) é o exercício físico caracterizado por breves e intermitentes momentos de atividade super vigorosa, intercalados por períodos de repouso ou exercícios de baixa intensidade. Esta característica intermitente de esforço máximo e descanso exige uma intercalação de uso de energia aeróbica (usando oxigênio) e anaeróbica (sem o uso de oxigênio) de maneira ciclica à medida em que o treino acontece.

Mas não é só isso. Na verdade, a adição de HIIT no programa de treinamento de atletas tem se mostrado benéfico ao sistema respiratório, além de aumentar o limiar de lactato, a capacidade de recrutar massa muscular e de usar gordura como fonte de energia. Diversos autores afirmam que, além de aumentar a capacidade oxidativa dos músculos esqueléticos (que está associada ao aumento da biogênese mitocondrial deles), outras adaptações também foram observadas após várias semanas de HIIT, como por exemplo: a ampliação do conteúdo de glicogênio em repouso e redução da sua taxa de utilização; e o aumento do consumo máximo de oxigênio (VO2 máximo).

Dada a popularização do HIIT e a suplementação com Coenzima Q10 tem sido estudada, pois tem potencial de reduzir a lesão muscular em atletas submetidos a esforço físico intenso. A eficiência da suplementação com Coenzima Q10 na prevenção ao dano muscular está relacionada com sua ação antioxidante; propriedades estabilizadoras de membrana; importância para o transporte de elétrons na cadeia respiratória oxidativa das mitocôndrias, tendo como principal função a produção de adenosina trifosfato (ATP); estimulo da captação de oxigênio no músculo esquelético; redução do risco de lesão muscular em atletas.

Há evidências consideráveis ​​para apoiar o papel do HIIT como um método de treinamento eficiente em termos de tempo para induzir adaptações e melhores resultados para a saúde, no entanto, há quem prefira exercícios mais moderados e não há nada de errado com isso. Aliás, as duas modalidades podem muito bem serem combinadas em um programa de treino bem planejado, o que só um educador físico pode fazer por você.


Referências

GIBALA, Martin J. et al. Physiological adaptations to low-volume, high-intensity interval training in health and disease . Ontário - Canada, 2012.

LAURSEN, P. B. Training for intense exercise performance: high-intensityor high-volume trining?. Auckland – New Zeland, 2010

MINAME, A.H; SANTO, R.D; FORTI, N; DIAMENT, J. O Uso de Estatinas é Benéfico para Pacientes com Insuficiência Cardíaca? Instituto do Coração do Hospital das Clínicas – FMUSP – São Paulo, SP

SANTO, R. L; JUNIOR, J.F. Curso de Habilitação em Medicina Biomolecular. 2012

Nutricionista Esportiva graduada pelo Centro Universitário São Camilo com extensão em Home Care e Neurobiologia da Ingestão de Alimentos, especialista na área de Obesidade e Emagrecimento pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).
Certificada em Advanced Nutrition Specialist pela IFBB Academy.
Palestrante em diversos eventos e docente do curso técnico do Hospital Israelita Albert Einstein.
Dra. Isabelle Zanoni
Arquivo
Tag Cloud
Dra. Isabelle Zanoni :: Nutricionista Esportiva : Perdizes/SP

Eu posso lhe atender nos seguintes locais:

Consultório

Rua Fabia, 759 - Vila Romana

AP Academia

Rua Ribeirão Vermelho, 459 - Pirituba

Agende sua Consulta!

Telefone: (11) 99301-0889

contato@conceitovitamine.com

Para Consultorias em Saúde, Palestras, Eventos e Cursos, entre em contato por e-mail

Siga nas Redes Sociais a Isabelle Zanoni

Facebook Isabelle Zanoni
Instagram Dra. Isabelle Zanoni

Todos os direitos reservados.