A polêmica das frutas

18/06/2018

 

           Você provavelmente já ouviu dizer que o consumo de frutas engorda, não é mesmo? Essa informação é passada à população por leigos e até por alguns profissionais, que defendem a ideia de que o açúcar da fruta (a frutose) é responsável pelo ganho de peso.

             A frutose é o açúcar natural presente nas frutas e não apresenta nenhum malefício à saúde. As frutas contém fibras que fazem com que esse açúcar seja liberado de forma gradual no organismo, evitando picos glicêmicos e, consequentemente, o ganho de peso. A frutose maléfica é aquela que é formulada em laboratório e adicionada aos produtos industrializados, e não podemos compara-la à frutose natural presente nas frutas.

            Ao contrário do que dizem o baixo consumo de frutas vem acarretando diversas doenças, podendo levar também a obesidade. Dentre os fatores de proteção para o excesso de peso destaca-se o consumo de frutas, legumes e verduras (FLV), que apresentam baixo teor calórico e de gordura, e alto percentual de fibras, contribuindo para o aumento da saciedade e redução da ingestão total de alimentos. A OMS recomenda consumo mínimo de FLV em 400 g/dia, equivalente a cinco porções diárias desses alimentos para todos os grupos etários.

             Existem diversas evidencias cientificas que comprovam os benefícios que o consumo das frutas podem trazer. Em relação às frutas vermelhas, por exemplo, sabe-se que além de possuírem aparência chamativa e um sabor agradável, trazem grandes benefícios à saúde como prevenção de doenças cardiovasculares, canceres, envelhecimento precoce e poder anti-inflamatório. Isso ocorre devido ao seu rico conteúdo de vitaminas, minerais e fibras que são necessários para o bom funcionamento do organismo.

              As frutas vermelhas auxiliam na melhora do sistema imunológico, fazendo com que o nosso organismo fique mais resistente ao aparecimento de doenças, aliado sempre à uma alimentação saudável e a pratica de exercícios físicos. Quanto mais avermelhadas forem as frutas, mais ricas em vitaminas e minerais elas são. No geral, as frutas devem ser consumidas in natura pois seu cozimento diminue as quantidades de vitaminas e fibras. Quando forem feitas em forma de suco, deve-se evitar que sejam coados.

         Frutas são saborosas, refrescantes, bonitas e lotadas de benefícios. Claro que tudo deve ser ingerido de forma moderada, mas não tenha medo! Procure sempre um profissional para lhe auxiliar melhor.

 

 

 

Referencias bibliográficas

 MACHADO, Rachel Helena Vieira; FEFERBAUM, Rubens; LEONE, Claudio. Consumo de frutas no Brasil e prevalência de obesidade. J. Hum. Growth Dev, São Paulo, v. 26, n. 02, p.1-10, jan. 2016.

TAVARES, Silvia Daiane Rodrigues et al. Importância das frutas vermelhas na prevenção de doenças. Revista Faculdade Montes Belos, Monte Belo, v. 7, n. 1, p.76-87, jan. 2014.

Please reload

Nutricionista Esportiva graduada pelo Centro Universitário São Camilo com extensão em Home Care e Neurobiologia da Ingestão de Alimentos, especialista na área de Obesidade e Emagrecimento pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).
Certificada em Advanced Nutrition Specialist pela IFBB Academy.
Palestrante em diversos eventos e docente do curso técnico do Hospital Israelita Albert Einstein.
Dra. Isabelle Zanoni
Arquivo
Please reload

Tag Cloud