Eu posso lhe atender nos seguintes locais:

Consultório

Rua Fabia, 759 - Vila Romana

Siga nas Redes Sociais a Isabelle Zanoni

Facebook Isabelle Zanoni
Instagram Dra. Isabelle Zanoni

Todos os direitos reservados.

"Dia do Lixo" existe?

08/08/2016

 

Você deve ter ouvido falar que sair da dieta pode fazer bem ao organismo, principalmente para algumas dietas muito restritivas para emagrecimento.

 

Contudo o ideal é que a alimentação seja equilibrada por um profissional capacitado e habilitado na formação de novos hábitos alimentares e capaz de proporcionar uma relação saudável com a alimentação: o famoso nutricionista.

 

Mesmo que seja um alimento embutido ou processado como hambúrguer, eles não devem ser considerado lixo. A alimentação é muito complexa e um dos sentidos de comer é alimentar sentimentos e a alma. Quando tomamos qualquer alimento como milagroso ou lixo mexemos muitas vezes com as relações que as pessoas tem com os alimentos, podendo contribuir para o desenvolvimento de transtornos alimentares. Portanto, com base nisso, nenhum alimento deve ser chamado de lixo, pois tudo depende de momento, quantidade e situação onde cada alimento deve ser consumido ou evitado.

 

Mas existe uma nova expressão rolando por ai, você já ouviu falar sobre o “DIA DO LIXO”?

 

Caso feito, este dia deve estar inserido no plano alimentar de acordo com a necessidade nutricional estipulada pelo nutricionista, que levará em torno de 500 a 1000 Kcal na dieta em um único dia ou refeição mas sem deixar de dar preferência por carboidratos complexos e gorduras saudáveis, como por exemplo arroz, pães e massas integrais e/ou abacate, nozes, castanhas, sementes, etc.

 

Geralmente este dia é necessário, para alguns pacientes que estão no início das mudanças alimentares e controlando a compulsão alimentar, visto que depois da reeducação alimentar, e com a alimentação saudável fazendo parte da vida deste, a necessidade por este dia se torna muito menor.

 

É importante ressaltar que cabe ao profissional nutricionista determinar o ciclo de dieta em que o paciente está inserido, para incluir um dia ou refeição extra se necessário para o “dia do lixo” sem abalar a dieta saudável baseando-se inclusive nos objetivos pessoais, no estágio da mudança comportamental, no metabolismo, no ciclo de treino físico, entre outros.

 

Compensar no dia seguinte é uma prática comum entre as pessoas que gostam de fazer o “dia do lixo” sem orientação, porém essa compensação as vezes piora o quadro!

 

Todo o controle sobre esse dia na dieta é muito importante pois caso por exemplo, a pessoa treine com uma alimentação inferior as necessidades nutricionais, acaba sendo prejudicial para ela, podendo inclusive desencadear lesões musculares, portanto após esse dia o indivíduo deve sempre voltar a dieta e aos exercícios elaborados pelos profissionais.

Please reload

Nutricionista Esportiva graduada pelo Centro Universitário São Camilo com extensão em Home Care e Neurobiologia da Ingestão de Alimentos, especialista na área de Obesidade e Emagrecimento pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).
Certificada em Advanced Nutrition Specialist pela IFBB Academy.
Palestrante em diversos eventos e docente do curso técnico do Hospital Israelita Albert Einstein.
Dra. Isabelle Zanoni
Arquivo
Please reload

Tag Cloud